Portugal é o 7.º país mais procurado para Congressos

Portugal manteve-se como o sétimo país no mundo que mais congressos recebeu e organizou em 2022, consolidando a posição alcançada no ano anterior.

Lisboa destacou-se como a segunda cidade com maior número de eventos.

De acordo com a Associação Internacional de Congressos e Incentivos (ICCA), Portugal realizou um total de 294 congressos no ano passado, mantendo a sua posição a nível global.

No contexto europeu, o país sobe para a sexta posição.

Os Estados Unidos lideraram a lista global, com 690 eventos, seguidos de Espanha, com 528, e Itália, com 522.

Quanto a Portugal, a capital Lisboa destacou-se como a segunda cidade que acolheu e organizou mais eventos deste tipo, totalizando 144 congressos.

Viena ocupou o primeiro lugar da lista, com 162 eventos, enquanto Paris ficou em terceiro, com 134.

Segundo o Turismo de Portugal, aproximadamente 85% das reuniões identificadas ocorreram de forma totalmente presencial ou em formato híbrido, refletindo a gradual retoma à normalidade na indústria de eventos associativos e corporativos após a pandemia de COVID-19.

A posição de Portugal como o 7.º país no mundo que mais congressos recebeu em 2022 é o reflexo do contínuo empenho do país em proporcionar um ambiente favorável para a realização de eventos internacionais.

O sucesso na atração de congressos, convenções e reuniões é um testemunho do compromisso de Portugal em promover o desenvolvimento económico através do turismo de negócios e eventos.

Com cada vez mais reconhecimento internacional, Portugal solidifica a sua posição como um destino versátil e atrativo, capaz de receber e encantar visitantes de todas as partes do mundo.

O futuro promissor no setor de congressos é um motivo de orgulho para Portugal, que continua a destacar-se como um dos principais destinos de referência para eventos de caráter global.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error

Um lugar para ler e compartilhar notícias positivas. Comemorar o que é bom em Portugal. Dar às notícias boas a visibilidade normalmente guardada apenas para o que é negativo. Ajude-nos a contagiar todos com este espirito construtivo!