Facas portuguesas nos melhores restaurantes do mundo!

Paulo Tuna, o rei das facas dos chefs de cozinha

O pensamento de Paulo Tinas, foi simples: “Temos tantos chefs portugueses e andam todos a comprar facas estrangeiras? Não há orgulho de fazer cozinha portuguesa com facas portuguesas?”

De um pensamento a uma encomenda, a vida de Paulo Tunas mudou radicalmente em 2012.

Conhecido como The BladeSmith , que significa “o forjador de lâminas”, ou seja, o artesão que é um pouco de cutileiro e de ferreiro, este transmontano de gema que trocou Vila Real pelas Caldas da Rainha é um verdadeiro artista das facas que todos querem!

As suas facas fazem parte da história da cutelaria. São das mais procuradas do país e estão presentes no Noma, considerado um dos melhores restaurantes do mundo.

Para este restaurante, foi criada uma faca com cabo de ébano.

As suas criações são sempre peças únicas, todas feitas à mão. Cada faca demora cerca de três a cinco dias a ficar pronta e tem sempre um pormenor diferente.

Esta singularidade, é visível até no processo de construção. O cliente tem carta branca para personalizar todos os elementos, mas na maioria dos casos a “facada” final é dele.

As suas facas são feitas em aço de carbono na sua oficina das Caldas da Rainha, região que tem o maior centro de fábricas de cutelaria no nosso país.

Um exemplo de “Portugal faz bem” e de um “Português de Sucesso” que, para além de artista é um empreendedor que cria facas para diversos chefs no mundo inteiro. A arte da cutelaria, que através das facas de Paulo Tinas, voltou a estar na moda.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error

Um lugar para ler e compartilhar notícias positivas. Comemorar o que é bom em Portugal. Dar às notícias boas a visibilidade normalmente guardada apenas para o que é negativo. Ajude-nos a contagiar todos com este espirito construtivo!