Cortiça Portuguesa: exportações batem recorde

As exportações de cortiça de Portugal atingiram alturas inéditas em 2023, ultrapassando os 1,2 mil milhões de euros. Descubra como este setor vital está impulsionando o crescimento econômico do país

As exportações portuguesas de cortiça atingiram um marco histórico em 2023, ultrapassando pela primeira vez a marca dos 1,2 mil milhões de euros, anunciou a Associação Portuguesa da Cortiça (APCOR).

Este recorde representa um aumento de cerca de 2% em relação ao ano anterior, solidificando ainda mais a posição de Portugal como líder mundial na produção de cortiça.

Um dos destaques desse sucesso é o mercado dos Estados Unidos, onde as exportações de cortiça portuguesa ultrapassaram os 214 milhões de euros, estabelecendo um novo recorde ao superar os 200 milhões pela primeira vez na história.

Esse desempenho notável coloca Portugal como o segundo maior fornecedor de cortiça para os Estados Unidos, logo atrás da França.

Além disso, as rolhas de cortiça continuam sendo o principal produto exportado em valor, crescendo 2,1% e ultrapassando pela primeira vez a marca dos 900 milhões de euros.

Este crescimento contínuo reflete a confiança dos consumidores e profissionais na qualidade e versatilidade da cortiça portuguesa.

No meio a um ambiente global desafiador, a indústria da cortiça em Portugal demonstra resiliência e força. Este desempenho sólido evidencia a importância e competitividade do setor no mercado internacional, assim como o grande valor agregado que a cortiça portuguesa oferece.

Como um recurso natural renovável e sustentável, a cortiça não só impulsiona a economia portuguesa, mas também promove práticas ambientalmente responsáveis.

Com seu potencial inovador e compromisso com a qualidade, a indústria da cortiça continua a ser uma fonte de orgulho nacional e um exemplo de excelência para o mundo.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error

Um lugar para ler e compartilhar notícias positivas. Comemorar o que é bom em Portugal. Dar às notícias boas a visibilidade normalmente guardada apenas para o que é negativo. Ajude-nos a contagiar todos com este espirito construtivo!